Postagens

Um brinde por tudo

Imagem
Crédito Marcelo Oliveira 

Um brinde por tudo.  Gratidão por mais um ano de arte,  parceiros e amigos que fazem parte desta história.  Este ano foi de último semestre nas artes visuais, estágio, artigos, TCC, muito aprendizado e partilhas. Foi ano de encarrar a performance, o Teatro político nas ruas, nos grupos, nos movimentos em defesa pela vida.  Também momentos de circular, experimentar na direção com parceiros na dança, no Teatro e no tantra. Ano de descobertas indescritíveis em comunidade (ICM-BH) na busca de um espiritualidade subversiva. Muito trabalho na Casa do Beco e no Dorotéia. Alunos e educadores empenhados na transformAção. Mergulhamos no trabalho colaborativo e nos banhamos de alegria pela novo: afinal 05 exercícios teatrais foram criados onde a produção é nossa de todxs para todxs. Salves, aleluias, alegrias e brindes para o mais novo coletivo da MOS Produções: Laia Cia.de danca, Cosmópolis e Coletivo Entre Elas.  Que venha 2018 com mais Teatro, dança e música. Brindes…

Ideologia do ódio

Imagem
Muito  bem, muito bom...
Muito bem, muito bom coisa nenhuma! ( se for preciso gritar...grite)
Triste realidade, atacar a arte, a liberdade de expressão, os artista,
Maneirinha, jeitinho truculento de abafar, atacar, ferir e MATAR a comunidade LGBT.
Só não vê quem não quer ou está completamente cego.  Agora é assim todos têm direitos? E os deveres quem se responsabiliza por eles? 
Impressionante como o pensamento  (conhecimento)  tem mudado.  Muito bom... O facebook, Instagram, a self, watzaap, Twitter e tantos outros viraram livro de cabeceira... Muito bom coisa nenhuma! ( preciso gritar)  Olha a merda insaturada! Religião  caminha com política desde que o mundo é mundo, mas impressionante; hoje, agora, neste momento, a política passou a determinar e obrigar que sejamos iguais perante Deus,  que devemos nos unir pregando um conceito  de ódio e intolerâncias.  Tô fora, se assim for, prefiro ser agnóstico(a), porque como os artistas, são livres para escolher com liberdade. Muito bem... …

Artivismo Queer

Imagem
Simone star

Nossos corpos, nosso verbo, nossa carne.
Se fomos criados a imagem e semelhança de Deus  porque não pensar...
Também  sou filho igual a todos os outros espalhados por aí,
Pensar que Deus me fez assim:
Espiritualidade subversiva,
Estudando, incomando e questionando.
Esse é o meu papel.
Avante na luta.
By
Marcelo Oliveira

Refazendo Padrões em Praça Pública

Imagem
Credito todos para Ana Ester Freire
Refazendo  Padrões em Praça Pública
Com a liberdade de expressar por onde eu possa passar,  a arte tem permeado meus caminhos em busca de transformações. Assim como existe no belo o feio, cabe a cada um usar a sua lente para apurar os fatos.  Sou uma voz, um artista que luta pelos direitos dos excluídos. 2016 foi um ano de conquistas, parcerias e lutas mas também de muitas perdas. O que seria do mundo se não houvesse os conflitos? Na busca de compreender a vida com um toque mais leve, procuro com liberdade usar o que sei fazer, arte, para me libertar e quiçá conquistar olhares curiosos, destemidos, bravos, fracos, militantes, desprovidos de cultura, poetas, músicos, psicólogos, políticos, politiqueiros, quem quer se seja em busca de um lugar ao sol melhor para todxs.  Apreender e abrir a escuta tem sido a minha bandeira. Buscando aqui e ali ( entre nobres e favelados porque não?) o discurso da igualdade, da desglamourização da arte e da religiosidade…

Números e Pessoas - Importância substancial

Imagem
Credito fotos Leila Verçosa

2016 
Reencontros mais que importantes, porque sem amigos não somos felizes. 

2017
Ano importante quando tenderemos a observar mais o próximo.  Seremos mais cuidadosos... Sejamos atentos aos pequenos detalhes pois eles fazem uma enorme diferença.  Que cai sobre nós a firmeza, determinação  e ousadia com gentileza.  Salve o ano do Galo!

Virtualidade, virando imagem

Estranho muito estranho. Tenho cada vez mais a sensação de que estou virando virtual...
Será que vou sumir?
Vejam só...se você sai do foco...você some.
Aquela mera importância vira pó desprezível ou ignoravel... Estranho muito estranho...entender que em olhares existem memórias...
Estranho muito estranho.
Ahhh ta talvez viver na virtualidade seja bom também...
Estranho muito estranho!
Talvez eu esteja cansado de ser gente e queira viver só de imagens.
Estranho muito estranho!

By
Marcelo oliveira

Adeus Ano Velho...2015 de Paz, Harmonia e Amor

Imagem
Direitos imagens PAPI.jpg. internete 2014.
Retrospectiva 2014,  ano de decisões importantes, desinteressantes, transformadoras e até desnecessárias.
          Cabe a cada um analisar suas ações, das lembranças com saudades positivas ou negativas, analisar. 2014 foi um ano de poucas conquistas, mas de uma intensidade profunda na correria do tempo. Iniciamos o ano (já) pensando na tal Copa do mundo do Brasil lá em  julho, momento de desestrutura nos calendários escolares por razão do tão esperado evento. Em fevereiro iniciávamos um corrida frenética em busca de temas, leituras adaptações, improvisações, jogos e brincadeiras para decidir o mais rápido possível quais os textos de teatro a serem montados com alunos na escola. Depois de muito trabalho coletivo, focamos no Sítio do Pica-pau-amarelo, confesso que foi um delicia voltar a infância, reler a obra de Monteiro Lobato e muito tranquilo trabalhar com um grupo de 55 crianças em três montagem cênicas. No trabalho com os alunos carente…