quinta-feira, 5 de dezembro de 2013


 
Dialogar significa questionar?
Eis a questão...
Acreditar em ilusionismo alimenta os olhos e uma alegria momentânea.
Imagine Jesus multiplicando pães e peixes, milagre, ilusionismo? Ou partilha?
 Prefiro acredita que em cada  ser humano existe um poder maior,
O poder da palavra, aquelas que são transformadas em ações.
 Para palavras verdadeiras só existe um pensamento.
 
 "Para existir basta fazer, então faça."

 Escute, observe, contemple, os tempos não estão para brincadeiras.

Pensamentos noturnicos...
Marcelo oliveira

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Algumas coisas se ganham e outras se perdem...

 
Créditos. Marcelo Oliveira
 
E assim é a vida,
algumas coisas se ganham e outras se perdem.
Tendo a sensatez de que muitas das perdas são ganhos.
Em processo de criação é assim,
Em um dia de ensaio nos encontramos cheios, abertos, felizes, potentes e amados.
Em outros, desprezados, amargurados, destruídos e desolados.
Desapegar é ter humildade.
Guardar numa caixinha de surpresa e quem sabe no futuro voltar a ganhar a tão sonhada vida.
O importante é saber que em tudo existe transformação.
E porque não aceitar isto como um grande ganho?
E assim vou vivendo,
Como naquela conhecida musica,
Vou vivendo nesta longa estrada da vida
Vou correndo e não posso parar
Com a esperança de ser um campeão
 
Alcançar quem sabe o primeiro lugar...
 
Evoé
Marcelo Oliveira

segunda-feira, 22 de julho de 2013

A Persistência da Memória - Ode a Salvador Dali

Salvador Dali
 
 
A Persistência da Memória.

Um tempo caído,
Esgotado, derretido, esmaltado escrotizado.
Dali e daqui.
Ponteiros, pontadas.
Dali, acolá.
Apontados para o sem fim,
Dali.
Amontoado de coisas, idéias sem nexo,
Desejo obscuro, estranho e impaciente.
Dali impactante.
Que cores...
Que  sonhos...
Só à Dali.
 Verdades misturadas de uma mão inquietante,
Cabeças e pés, fígados e rins partes de um nada,
Poluído em tudo.
Salvador Dali!
Misturas, matérias, ideias,
De noite ou de dia,
Somente a  olhar,
O tempo passar.

Por
Marcelo Oliveira

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Exclusão

 
Exclusão
Como Baal, uma meretriz da noite em busca de sensações, desejos e sonhos,
ancorados  na parte mais baixa do meio...Aqui estou.
Olhos entreabertos, arregalados, nos observado como  bichos,
Urubus sem asas, com fome e medo de tudo e de todos.
Demônios tem corpos para possuir,
a mim restam as migalhas.
Excluídos, sem escola, sem teto, sem nome, sem afeto, sem amor e sem amigos,
obrigados a viver na solidão constante de pensamento e alucinações... Esta sou eu.
Baal, um anjo negro, na sua perfeita condição,
desejou e pagou o preço pela cobiça.
Prefiro cobiçar a ser cobiçada. Sim sou eu...
Porque assim sobrevivo contra esta corja de mascarados
e linguarudos.
Sem medo, sim sou eu.
A cada um o merecido lugar por não fazer nada...
Cantemos,  ode,  evoé aos Baals dentro de mim
com  sua coragem, louca,  livre, faminta e  suja,
de ser.
Para Simone Star
Evoé
Marcelo Oliveira

 

quinta-feira, 9 de maio de 2013

SIMONE STAR

 
 
Infância perdida, na escola, na família, sem amigos, sem amores...  Talvez agora queira voar, ser livre como uma borboleta, mesmo sem cor...
 
As de Vinícius me encantam, brancas e neutras, amarelas e mornas...
 as azuis no seu encanto, beleza e glamour
e as pretas emagressem o olhar...
 
 
AS BORBOLETAS

Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas

Borboletas brancas
São alegres e francas.

Borboletas azuis
Gostam de muita luz.

As amarelinhas
São tão bonitinhas!

E as pretas, então
Oh, que escuridão!
 
Evoé os pensam e sonham,
Simone Star. (efeito tatuagem)
 
Marcelo Oliveira
 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Uma garota papo fino

Crédito imagem: Maroca 
 
 
Essa garota é papo fino.
Um garota, livre, diferente das outras,
tem ares finos, temperamento forte é esquentada,
Linda, quer permanecer  sempre moça,
Uma garota inteligente.
Ardilosa, sim.
Ela sofreu um papo nada fino.
Apaixonou-se como uma atriz,
Viajou, iludiu, adornou, adorou e amou
na sua mais intensa verdade em busca do maior prêmio.
O desejo de ser feliz.
Sobreviveu as duras palavras e quedas de uma sociedade, faz parte da história.
Seja ela hiprocrita, pequena e mesquinha.
A garota não se dobra tão fácil, consciente dos impedimentos de ser feliz.
A maldade, a calúnia, a difamação, a falta de caráter a perseguem
como fenos que rolam ao vento.
E assim a garota vai.
Seja com quem for... pois ela sempre dependeu da bondade de estranhos...
 
                        A garota mais linda que eu já conheci.
 
Que sou eu?...
Uma Mariposa.
Morava em Belle Rêve.
Sou consciente da minha loucura? Não sei.
Por gentileza apague esta luz, eu não quero que ninguém me veja neste fulgor impiedoso!
Fale, Fale... preciso procurar alguma coisa para beber.
Meu Deus o que fazemos num lugar como este? Lá fora imagino, estão as florestas mal-assombradas...
Com podemos viver nestas condições?
Estou exausta com tudo, meus nervos não resistem. Estou a margem da demência...Preciso tirar umas férias.
Seria maravilhoso! Eu não gosto de camas moles...
Preciso ficar com alguém, eu não posso ficar sozinha! Não poderia aguentar isso.
Eu sempre dependo da bondade de estranhos...
 
Para Blanche Dubois
 
Evoé.
Texto: Marcelo Oliveira, livre inspiração - trechos de Um Bonde Chamado Desejo.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

RECOMEÇAR

 
 
Recomeçar é dar novas chance a você mesmo
Renovar as esperanças da vida, e o mais importante,
acreditar em você de novo.
Agora é tempo de recomeçar... pense na luz,
acredite no prazer das pequenas coisas...
Que tal... um corte novo de cabelo arrojado, diferente?
Ou um curso... aquele velho desejo de pintar, desenhar,
dominar um computador,
Ou qualquer outra coisa
Olha quanto desafio. Quanta coisa nova nesse mundão de Deus te esperando.
Recomeçar meus queridos... agora é o momento de começar novos desafios.
O que você quer para você? Ir alto, sonhar alto...
Queira o melhor do melhor, queira o melhor para você.
Pois pensando assim atraímos o melhor para nós.
Se temos pensamentos pequenos, vamos adquirir coisas pequenas...
Mas se pensarmos fortemente o melhor e lutarmos pelo melhor,
Vamos atrair somente o melhor.
Recomeçar...
Vamos, hoje,  fazer um faxina mental... Jogue fora tudo o que te prende ao passado.
Esvazie o seu coração, esteja pronto para uma nova vida, pronto para o amor.
Pense bem: Somos seres apaixonáveis, capazes de amar a cada instante novo da vida, pois afinal, somos o AMOR.
 
Livre adaptação de Ana Loureiro e Marcelo Oliveira  para o  poema Recomeçar de Carlos Drumond de Andrade. Apresentado em 01.02.12 Colégio Santa Doroteia - BH.
 
Evoé
Marcelo Oliveira

Blanche Dubois por Vivian Leigh em Um Bonde chamado Desejo

 
Crédito imagem purviance13.com
 
 
"Não quero realismo. Eu quero magia. Sim, sim Magia. È o que tento dar as pessoas. Não digo a verdade, digo o que deveria ser a verdade. E se isso for pecado que eu seja amaldiçoada para sempre."
(Blanche Dubois)

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Ode à Tenesse Williams

 
Esta imagem pode ter direitos
 
 
"A humanidade é uma grande esperança perdida. Cada homem esta trancado dentro de si mesmo e sua alma é semelhante a um poço onde só o sofrimento vive e se agita. Solidão, loucura, e marginalidade são os destinos das criaturas que se corrompem no dinheiro e no desejo - carcereiros da alma. Não há liberdade fora da morte. A vida é violência e ritual antropofágico. Os únicos companheiros do individuo são o medo e a solidão. E, para eles, não há remédio; conseguentemente, não há cura."
  (Tenesse Williams)
 
Coletivo In Process.
Em breve novidade...
Mergulhado nos estudos...
 
Evoé
Marcelo Oliveira
 
(Esta imagem pode ter direitos)
 

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

 
Cia. Malarrumda - Próxiam Edição Espreme que Sai Sangue
Versão e elenco Original
Direção Eduardo Moreira
 
Evoé e saudades dos companheiros e sonhos que não voltam mais...
 
On Shanti
Marcelo Oliveira
 

 
Este mico deliciiiiiiioooosssso fez parte da Rádio Travessia - Escola de Canto Babaya
encerramento das atividades de 2009.
 
Evoé.
Marcelo Oliveira

 
Rádio Travessia - Escola de Canto Babaya 2009
Marcelo Oliveira - Cavalgada - Roberto Carlos
Duelo engraçado, mais teatro do que canto.
Evoé
 
Marcelo Oliveira
 
SAMBA AMOR E MALANDRAGEM
Projeto Construindo Show Escola de Canto Babaya 2010
Direção: Kalluh Araujo
 
Evoé.
Marcelo Oliveira

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

AÇÕES GERAM AÇÕES, TRANSFORMAÇÕES QUE ENRIQUECEM A ALMA.

 
 
 
"Quero para mim o espírito desta frase,
transformada a forma para a casar com o que eu sou:
Viver não é necessário; o que é necessário é criar."
Fernando Pessoa
 
Criar possibilidades, aumentar o desejo de criação e dar oportunidades para voar em criatividade...
 
Assim me dou o direito de enumerar, de registrar e de elogiar.
 Pois afinal o que seria das ações realizadas se não houvesse antes de tudo uma escuta interior e a coragem de realiza-las mesmo em solidão.
 
Agradeço a todos os parceiros reais, virtuais e espirituais.
2012 ano marcado para um fim, teve gostinho de transformação interna e externa.
 
Medos, ansiedades, preconceitos foram quebrados e seres novos puderam voar em liberdade para criar.
Saudações a todos e a todas que guerreiramente se dispuseram a mudar: conceitos, valores, caráter, forma física e intelectual.
 
Criando saímos do nosso lugar comum, e pudemos viajar por lugares incomuns, livres tão desejados.
Viajamos com uma menina de 10 anos e seu diário  ate á Grécia em busca de suas raízes e valores.
1- O Diário de Pillar na Grécia.
 
Fizemos 50 anos. E com esta idade despertamos para a importância de nossa historia, da chegada em terras brasileiras até o conhecimento e a  vivencia de valores santos em comunidade.
2- Festival da cultura e do Lazer e Mostra de Teatro para Crianças, Jovens e Adultos.
 
Revivemos historias de nossos antepassados e nos embreamos na triste e real passagem da ditadura em nosso pais. Ouvimos dos avôs e mestres o quanto a nossa educação ainda precisa crescer.
3- Bailei na Curva.
 
Nos deliciamos na criação coletiva, colaborativa, conjunta, única, parceira, grudada, e desejada com muita alegria e prazer. Permitimos mergulhar numa criação absurda de saberes...somos nós mesmos ou estamos interpretando um personagem?
4- Bastidores de Uma Nada Mole Vida.
 
250 pessoas passaram por nós com  ansiedade, desejo de mudança, transformação, descoberta em busca de oportunidades e principalmente o respeito e a convivência  com sua comunidade. 
Com muita escuta,  conversas, conselhos, aprendizado conseguimos nos transformar e entender que somos iguais perante Deus e as leis humanas com ajuda do nosso bom e velho teatro.
5- Casa do Beco
 
E por fim cantamos com alegria, o que queremos cantar. Encontramos com novos e com velhos. Com amados e amargurados.
Por que não?
6- Amar é... Pocket Show.

Já dizia o grande poeta
 
"Para viajar basta existir."
Fernando Pessoa
 
 
Evoé