quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

BALANÇO GERAL


Balanço Geral
 
Bom, bom, bom não vou dizer é tão bom para não parecer a Xuxa.

2013 foi um ano de glórias e realizações.
Já que o mundo não vive sem um exposição e eu fazendo parte integral deste mundão de Deus, registro aqui e acolá feitos que me deixaram bem felizes...quem sabe meus sucessores; filhos, sobrinhos, afilhados amigos e parceiros um dia possam ler estes registros.
E joguem a primeira pedra quem nunca fez uma exposiçãozinha!!!

Todo ano gosto de agradecer os feitos e realizações.
Parei agora e percebi o quanto foi bom o ano de 2013:
-Pockshow amar é 02, com canções do Sidney Magal abriram o ano, contando com a participação especial do Felipe Costa um geniosinho no violão, aluno querido.
-Coordenação pedagógica, fechando o ano com a comunicação na Casa do Beco. Puderam me ensinar o quanto é importante trabalhar com amor  e respeito aos que mais necessitam.  Cidadania com arte, acredito e faço parte! Respeito ao empreendedorismo de Nil César, chefe e amigo de tantas horas e conversas em comunidade.
-Pesquisa e parceria para Solo, monólogo, cena curta  para teatro (sei lá o que vai ser),  apesar da ansiedade e demora, um projeto  prazeroso em processo com minha querida Marília Nogueira, dramaturga e cineasta, batalhadora e artista em busca de transformações...vai sair em 2014, 2015...
-Voltar aos palcos no  teatro depois de 02 anos, atuando em Samba Amor e Malandragem, esta sendo lindo! Honras, méritos e respeito ao  diretor  Kalluh Araujo, mestre e artista em todos os momentos.
-E na educação! Gente, um ano de paciência, discernimento e aprendizagem com os alunos; crianças e jovens, adaptando crônicas e remontando O Despertar da primavera, minha peça predileta no teatro. Agradecimentos especiais a duas pessoas que amam a arte do teatro na educação: Ana Loureiro minha chefe tão querida e Irmã Maria do Carmo de Albuquerque, sempre mestra e mentora na vida.
-Tem mais teatro, sim senhor! Minha estreia oficial na Direção profissional com Bastidores de uma nada mole vida com os queridos Marx Barroso e Março Túlio Freitas amigos na vida e na arte do riso.
Não posso deixar de registrar os 04 meses de viagens nos fins de semana para Congonhas do Campo, embrenhados na pesquisa do mestre Aleijadinho pude conhecer o Boca de Cena, grupo de teatro com 17 anos de idade em busca de profissionalização, liderados pela maravilhosa Regina Bahia. Evoé Boca!

Ufa! Foi muita gente e muito trabalho.
Se ganhei dinheiro não importa. Rico, não fiquei. Mas feliz com meu trabalho, estou.
O importante foi ter todas estas pessoas e muitas outras contribuindo com a arte seja no palco ou na educação, com o pensamento e a experimentação e assim construindo um  mundo melhor com o teatro e a música.
Obrigado à Deus, Jesus Cristo, Santa Paula Frassinetti, minha mãe Clarice São Julião, aplaudindo tudo na primeira fila e Sandro Aurélio Silva Brasileiro mais do que estar do meu lado,  figura e  parte integral de todos os meus projetos.

Evoé. Que venha 2014 com tod@s pessoas que contribuem,
 “ Fazer arte com solidariedade para a transformação humana.”

Estejam comigo, pessoas que querem fazer a diferença no amor, na paz, na alegria, na felicidade e na esperança de dias melhores.

Gracias e Besos in vossos corazon.
Marcelo oliveira