segunda-feira, 16 de junho de 2014

Encontro de amigos

       


               Vender conceitos na sociedade brasileira é abrir possibilidades para ser feliz. Existir de alguma maneira afeta os olhos de quem se coloca em cima do muro para simplesmente jogar pedras aos que buscam felicidade onde quer que ela esteja.
             E assim, no final do anos 90 éramos Clubers,  discos, eletrônicos, psicodélicos, gays, lésbicas, homens, mulheres, jovens correndo  para  realizar seus sonhos. Uma busca incessante do entendimento de uma sociedade careta e carente. Careta pelo preconceito, carente de cultura.
 Do jeito que dava, do jeito que podíamos e entendíamos  nossas reuniões, raves, trachs, festas, acontecimento de malucos, existentes aqui e ali com belas músicas, deliciosas comidas  e bebidas para aquecer o nosso corpo e a nossa alma ... aconteciam. O mais importante, cercados de amigos que ficarão para sempre em um lugar chamado coração... com lembranças e cheio de saudades.
             Se na vida precisamos vender e comprar para sobreviver.  Sejamos assim, sem preconceito com amor.

Para:Grunge, Bozó, Felipe, Totonho (Baby), Cacá, Leticia, Ariane, Flavinha, Rosana, Bruna, Gesmar, Luciana, Gisele, Xuxa, Adilson (capeta amado), Rogério, Caio e Xande. E tantos outros que novamente ficaram para trás, mas estão eternamente em meu coração.

Texto by Marcelo Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário